Conecte-se com a gente

Novos Diálogos

Usina de Valores lança a campanha “Quarenta Dias de Oração e Serviço pelos Direitos Humanos”

Notícias

Usina de Valores lança a campanha “Quarenta Dias de Oração e Serviço pelos Direitos Humanos”

Usina de Valores, projeto liderado pelo Instituto Vladimir Herzog,  realizou um debate público para o lançamento da campanha “Quarenta dias de oração e serviço pelos Direitos Humanos” em 31 de outubro. A data é simbólica por marcar os 501 anos da Reforma Protestante e os 43 anos da missa que reuniu milhares de pessoas na catedral da Sé em memória de Vladimir Herzog e em repúdio á ditadura militar. Aberto ao público, o evento aconteceu no Teatro Commune, centro de São Paulo.

Esta foi a primeira de várias atividades que acontecerão em diferentes regiões do Brasil entre os dias 1 de novembro e 10 de dezembro, dia em que se comemora os 70 anos da Declaração Universal dos Direitos Humanos. Diante do atual contexto político, o objetivo é promover um calendário de eventos para evidenciar como a Bíblia se relaciona com a necessidade de defender os direitos sociais e a democracia.

No debate de lançamento o objetivo foi dialogar sobre o papel das igrejas evangélicas no atual momento político do Brasil. Para essa conversa, participou ANIVALDO PADILHA, pastor metodista, um dos fundadores de Koinonia, referência evangélica na luta contra a ditadura militar; PEDRO ABRAMOVAY, diretor para a América Latina da Open Society Foundation; NILZA VALÉRIA, jornalista e uma das coordenadoras da Frente Evangélica pelo Estado Democrático de Direito; DANIEL CHECCHIO, pastor da Igreja Batista do Bexiga e um dos fundadores da Rede Social do Centro; SILVIO ALMEIDA, professor das universidades Mackenzie e Fundação Getúlio Vargas, presidente do Instituto Luiz Gama e autor de “O que é Racismo Estrutural”; SARAH DE ROURE, representante da Christian Aid no Brasil; FREI DAVID, referência católica da pastoral afro e fundador da Educafro; KÁTIA EZOITE TEIXEIRA, teóloga e pastora da igreja evangélica “Projeto Além do Nosso Olhar”, em Duque de Caxias, no Rio de Janeiro.

“É muito simbólico que este encontro aconteça no mesmo dia em que, décadas atrás, diferentes religiões se uniram em repúdio a ditadura militar que assassinou Vladimir Herzog e tantas outras pessoas. Principalmente agora, que revivemos um clima político de ameaça extrema aos direitos humanos e a seus defensores”, disse Rogério Sottili, diretor executivo do Instituto Vladimir Herzog.

Os curadores do debate e das ações que farão parte da campanha “Quarenta dias de oração e serviço pelos Direitos Humanos” são os teólogos e ativistas Ronilso Pacheco, pastor auxiliar na Comunidade Batista, em São Gonçalo (RJ), e João Luiz Moura, pesquisador da relação entre religião e direitos humanos.

De acordo com o Censo 2010, 22% dos brasileiros se declaram evangélicos. Além disso, estudo do IBGE aponta que este número tende a crescer e a superar o índice de católicos nos próximos anos. Para Ronilso Pacheco, a campanha e o debate mostram o quanto o campo evangélico não está alheio à importância dos direitos humanos.

“Há uma pluralidade de narrativas muito grande na comunidade evangélica do Brasil. E existe uma parcela considerável de cristãos que, além de não estar alheia, tem atuado em defesa dos direitos humanos”, concluiu.

O calendário oficial foi disponibilizado no dia 31 de outubro, durante o evento de lançamento, e também poderá ser acompanhado pelo site do Usina de Valores.

O que é o Usina de Valores

Trata-se de uma iniciativa que tem o objetivo de promover a cultura de direitos humanos e combater o crescente discurso de ódio. O público-alvo do projeto são comunicadores, integrantes de movimentos sociais e evangélicos. A intenção é sensibilizar e engajar pessoas na construção de uma sociedade democrática, justa e não violenta.

Desde março de 2018 o projeto tem desenvolvido cursos, oficinas e eventos de formação sobre a importância de disseminar cinco valores fundamentais: Dignidade Humana, Coexistir na Diferença, Escuta Ativa, Bem Viver e Engajamento Político.

Além disso, com foco no campo evangélico,  em agosto foi ao ar a websérie Usina de Valores Entrevista. A primeira temporada foi intitulada “O Reino de Deus é semelhante a uma Usina de Valores. Em seis episódios, pessoas ligadas ao universo evangélico relacionaram a Bíblia com os cinco valores do projeto. Para acessar o conteúdo na íntegra, clique aqui.

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Notícias

Subir