Conecte-se com a gente

Novos Diálogos

Kairós Palestina

Especiais

Kairós Palestina

Kairós Palestina

Em 2009, cristãos palestinos representando diferentes igrejas da região elaboraram o documento KAIRÓS PALESTINA para contar a respeito da ocupação e opressão que sofrem há décadas. Considerado um documento histórico, ele convoca os cristãos e cristãs de todo o mundo a tomarem posição e clamarem com eles por uma paz justa. 

Kairós Palestina – A hora da verdade: do centro do sofrimento palestino, uma mensagem de fé, esperança e amor 

 Introdução 

Nós formamos um grupo de palestinos cristãos que divulga hoje nosso clamor, depois de orar, refletir e discutir sobre o sofrimento que experimentamos em nossa terra, sob ocupação israelense. É um clamor de esperança em meio a total desespero, mas que está conectado à nossa oração e fé em Deus, que na sua divina providência, zela por todos os moradores desta terra. 

Como cristãos e palestinos, deixamos hoje nossa mensagem – uma mensagem de fé, esperança e amor. Para isso, fomos inspirados pelo mistério do amor de Deus por todos e pelo mistério da presença divina na história das nações, em especial na história de nosso povo. 

 Por que agora? 

Porque a tragédia do povo palestino chegou, neste momento, a um beco sem saída. As pessoas com o poder de decidir se contentam em gerenciar a crise em vez de se dedicar à séria tarefa de solucioná-la. Isso enche o coração dos fiéis com dor e dúvidas: o que tem feito a comunidade internacional? E os líderes políticos na Palestina, em Israel e no mundo árabe? E a Igreja? Não se trata apenas de uma questão política; é, sobretudo, uma política que destrói os seres humanos. A Igreja deve se preocupar com isso. 

Dirigimo-nos aos irmãos e irmãs, membros das igrejas desta terra. Também nos dirigimos, como cristãos e também palestinos, aos nossos líderes religiosos e políticos, à nossa sociedade palestina e à israelense, à comunidade internacional, e aos nossos irmãos e irmãs das igrejas em todo o mundo. 

 1. A realidade 

1.1 “Curam superficialmente a ferida do meu povo, dizendo: Paz, paz; quando não há paz” (Jr 6.14). Todos falam hoje sobre paz e processo de paz no Oriente Médio. Até agora, entretanto, não passa de palavras, ao passo que a realidade é a ocupação israelense do território palestino, a supressão da liberdade, e tudo o que resulta dessa situação: 

Acesse o documento na íntegra: https://www.kairospalestine.ps/images/kairos_Palestina_Portoguese.pdf

Clique para comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Especiais

Subir